quinta-feira, 31 de março de 2011

Cruzeiro vence no Paraguai e se classifica. Inter lidera grupo 6 após vencer lanterna

Thiago Ribeiro anotou o primeiro gol do Cruzeiro no Paraguai
Beneficiado com o empate por 1x1 entre Deportes Tolima e Estudiantes, o Cruzeiro entrou em campo diante do Guaraní-PAR com uma vaga às oitavas-de-final da Taça Libertadores da América assegurada. No entanto, a raposa visa ser a melhor equipe da primeira fase, o que lhe daria o direito de decidir todos os jogos de mata-mata em casa, desde oitavas-de-final até a final da competição.
Sem muito peso nas costas, o Cruzeiro dominava a partida com grande toque de bola até os 17 minutos do primeiro tempo, quando o argentino Montillo serviu o artilheiro Thiago Ribeiro que abriu o marcador para o Cruzeiro. O gol caiu como uma ducha de água fria nos paraguaios que ainda viram o atacante Wallyson desperdiçar uma chance incrível de ampliar o placar, aos 29 minutos, após bela assistência de Thiago Ribeiro. Depois desse susto, o Guaraní acordou e passou a controlar a partida, mas só assustou em dois chutes de fora da área que pararam nas mãos do goleiro Fábio.
Para a segunda etapa, a equipe paraguaia voltou disposta a correr atrás do prejuízo e proporcionou ao Cruzeiro inúmeras chances de contra-ataques que foram disperdiçadas. E quando tudo parecia bem encaminhado para uma vitória mínima da raposa, o atacante paraguaio Ortigoza foi lançado, se livrou de dois marcadores do Guaraní e fechou a contagem para o Cruzeiro aos 47 minutos da segunda etapa. Final de jogo, Guaraní 0x2 Cruzeiro, líder isolado do grupo 7.


Internacional vence Jorge Wilsterman-BOL e fica a um empate das oitavas
Oscar foi um dos destaques da partida pelo lado do Internacional
Diante de sua torcida no Estádio Beira-Rio e enfrentando um adversário fraco, o Internacional não teve grandes dificuldades e venceu o Jorge Wilsterman-BOL por 3x0. O destaque da partida fica por conta do garoto Oscar, de 19 anos, que comandou a vitória colorada antes de sair aplaudido de pé no segundo tempo da partida.
Logo aos 18 minutos, o jogador arriscou na entrada da área, a zaga boliviana rebateu a bola que acertou o peito de Oscar e morreu no fundo das redes. A frágil equipe do Jorge Wilsterman não esboçava reação e a vantagem na primeira etapa só não foi maior porque o Internacional estava acomodado dentro de campo e satisfeito com a troca de passes.
No segundo tempo, logo aos 12 minutos, Oscar serviu o argentino D'Alessandro dentro da área que só teve o trabalho de escolher o canto e sair para o abraço. Um resultado de 2x0 já era o sulficiente para que o Internacional garantisse mais uma vitória em sua quarta partida pela Libertadores, porém, a vantagem colorada ainda foi maior.
Aos 27 minutos, o lateral Kléber viu Leandro Damião na área. O recém-chegado da seleção brasileira não alcançou a bola, que não passou por Zé Roberto que só empurrou para as redes.
Placar final no Beira-Rio Internacional 3x0 Jorge Wilsterman. O Inter agora se isola na liderança do grupo 6 e depende apenas de um empate diante do Jaguares-MEX na próxima quarta-feira para se garantir entre os 16 melhores da américa.

4 comentários:

D u d a ' R a n g e l disse...

Se o cruzeiro levar essa libertadores eu como bosta !

diogo disse...

cruzeiro!!! jogo bonito

Marcelo Mesquita disse...

Espero que algum clube brasileiro consiga chegar pelo menos na final.

http://duo-postal.blogspot.com

Luis Valensi disse...

junto com o Inter, o Cruzeiro é um dos favoritos para esta Libertadores.
O tempo dirá!

Postar um comentário